Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007

A Criança que não queria Falar, Torey Hayden

 

        

 

      Um relato verídico e bastante comovente da experiência da própria autora, professora de ensino especial, que acompanha crianças com perturbações mentais e emocionais.

      Esta é a narrativa da relação muito forte, que se vai criando ao longo de menos de um ano de aulas, entre Torey Hayden e a sua aluna Sheila de seis anos, uma menina abandonada pela mãe e que vive ao cuidado de um pai alcoólico e mais tarde de um tio que a maltrata.

      À medida que os acontecimentos se desenrolam vamos percebendo como a perseverança e o amor incondicional desta professora conseguem quebrar as barreiras criadas por Sheila, uma criança agressiva e emocionalmente transtornada, vítima de um conjunto de situações que lhe vedaram o acesso a uma infância normal e acima de tudo à experiência maravilhosa dos afectos a que todos têm ou deveriam ter direito.

 

«Todos os outros vieram
Tentaram fazer-me rir
Brincaram comigo
Algumas vezes para rir e outras a sério
E depois partiram
Abandonando-me nas ruínas das brincadeiras
E eu não sabia quais eram a sério.
Quais eram para rir e
Vi-me sozinha com os ecos de risos
Que não eram os meus.

E depois chegaste
Com os teus modos estranhos
Nem sempre humanos
E fizeste-me chorar
E não pareceste importar-te que chorasse.
Disseste que as brincadeiras tinham acabado
E esperaste
Até que as minhas lágrimas se transformassem
Em alegria

...........................Torey Hayden in: A Criança Que Não Queria Falar

publicado por Cris às 22:07
link do post | comentar | favorito
|
33 comentários:
De canochinha a 20 de Outubro de 2007 às 00:03
Ofereci este livro a uma amiga há uns tempos atrás porque me pareceu bastante interessante, e porque depois sempre tinha a possibilidade de lho pedir emprestado :)
Até agora ainda não se concretizou, mas conto fazê-lo.
De xucarita a 23 de Outubro de 2007 às 11:20
já li e chorei muito só de imaginar o que a menina passou. Uma história cruel mas muito realnos tempos de hoje infelizmente.
Aconselho vivamente que o leiam.
Bj.
Ana
De Cláudia a 27 de Janeiro de 2010 às 17:24
Olááá,
Já leu o livro " A Criança que não queria falar " ?
De Anónimo a 30 de Outubro de 2007 às 15:37
ADOREI este livro! foi-me recomendado pela minha cunhada e acheio muito bonito, mas ao mesmo tempo chocante!
De Di a 17 de Novembro de 2007 às 19:38
Boa noite, tenho apenas 17 mas interesso-me mto por este genero de livros..hj acabei de ler este e há momentos escrevi:

Sheila e Torey, dois grandes seres humanos!

Ao olhar para a imagem da pequena Sheila, por imaginária que essa seja, interrogo-me sobre a veracidade desta comovente história, desta realidade.
Como é possivel uma criança, com as características desta, ter feito coisas terriveis como matar uma criança de um modo completamento aterrorizador! Será que esta terrivel personalidade, que não era verdadeira em Sheila, foi originada pela enorme falta de afecto sentida, por parte desta pequena menina, aliada aos maus tratos e abusos?!!! Não é que não pense que estes factos não sejam pesados o sufuciente para alterar uma personalidade, o que me intriga é o modo como isto aconteceu, como está a acontecer neste momento e, na minha opinião, sempre acontecerá!
Felizmente na vida de Sheila apareceu Torey...felizes os seres que encontram uma "Torey" pela frente ... neste momento desejo: um dia ser, também, não uma "Torey" porque era desejar demais, mas um pedacinho de uma "Torey".
De Cris a 17 de Novembro de 2007 às 20:58
Olá Di! Obrigada pela visita!

Não sei se conheces o segundo livro desta professora onde se relatam as motivações da pequena Sheila para as suas atitudes, contadas pela própria. Também ainda não li "A criança que não sabia chorar" mas será interessante conhecer a versão da protagonista sobre os acontecimentos rellatados neste livro.
De Di a 19 de Novembro de 2007 às 15:37
Sim já ouvi falar desse livro assim como outro que se intitula "os filhos do afecto".

Infelizmente ainda não tive oportunidade de os ler!
De Marisa a 4 de Abril de 2011 às 17:47
Eu tambem ja li este livro, e sem duvida de todos os que ja li este levou-me a chorar do principio ao fim, e nao so me chocou como me transmitiu muitos sentimentos. È realmente fascinante e assim que comecei a lê-lo fiquei presa a ele...
Eu tenho tambem o outro e vou começa-lo a ler ainda hoje !!!Estou curiosissima :D
Beijos^^
De catarina monteiro a 4 de Junho de 2010 às 14:04
eu je li o livro amei o livro "adorei" a historia da vida dela quer dizer nao adorei porque akilo nao sao akelas historias de amor lindas que começam por era uma vex e acabam no viveram felizes para sempre
mas depois de ler o livro a minha heroina e idlo deixou de ser a miley cyrus e passou a ser a sheila renstad e a torey hayden eu recomendo o livroa todos e espero que achem o mesmo que eu gostava de saber se a sheila sempre voltou a estudar onde trabalha se voltou a tar com a torey e essas cenas todos beijinhos a todos e ja agora ela nao matou ninguem a unica coisa que matou foi uns inocentes peixes e a velha sheila maluca ela so quemou o rapaz
De cat* a 16 de Janeiro de 2008 às 20:21
olá ! comecei a ler este livro a pouco tempo... devido a ter de fazer uma apresentação para português , e não sabia que livro ler pois não tenho esse habito. Então por sugestão da minha irmã, que já leu o livro e o achou fascinante... resolvi seguir o concelho... e fiquei surpreendida , é uma historia de vida admirável , e sensibilizadora...*
De Cris a 17 de Janeiro de 2008 às 12:55
Olá Cat!
E eu espero que este seja apenas o primeiro de muitos livros que irás seleccionar para ler... Ler um livro é a melhor viagem que podemos realizar!

Boas leituras!
De Anónimo a 21 de Janeiro de 2008 às 18:26
cris podias enviar para o meu mail as paginas desse livro porque adoraria ler mais nao tenho meios financeiros para isso e para alem disso ja sofri coisas desse genéro,mais continuando, podes? por favor por favor!!!



*** tenho 15 anos e o meu nome é albertina
De ana a 8 de Outubro de 2008 às 18:03
olá...tava agora a ler os comentários, e reparei no teu, porque escolhes es livro para apresentar em português...eu tambem escolhi este livro para aprsenta-lo na aula de português...:)
De sara a 5 de Setembro de 2010 às 17:44
ola cat eu tambem comecei a ler este livro devido a um trabalho de portugues. estou a adorar o livro mas a detestar fazer o trabalho onde tenho que fazer o reconto. xau
De Mariana a 26 de Janeiro de 2008 às 21:19
Um livro absolutamente fantástico! Incrível como me conseguiu cativar desde a primeira página.

(parabéns pelo blog (: também ele me conseguiu cativar desde o primeiro post que li)
De tania a 3 de Março de 2008 às 20:53
oi este livro foi me recomendado pela minha mae. va eu nao curto muito ler mas podemos disser que amei este livro no iniciu so começei a ler para fazer a vontade a minha mae, mas ao ler o 1 capitulo adorei e depoix tive de ver o final... sinseramente acho que foi o livro que mais me xhamou a atençao pois ja comprei o livro a menina que nunca chorava ja começei a ler mas nao e a mesma coisa e muito giro vou continoar mas este e especial. (tambem se meteram os testes e eu tive de parar um bocado mas vou recomeçar)




bjx e votos de continuaçao de bom futuro na carreira...
De livros2amao a 25 de Março de 2008 às 09:24
Li este livro há uns mesitos e de facto, é impossível ficar indiferente com a história de Sheila e não sentir admiração por Torey! Mas, logo de seguida, li o outro livro "A criança que não sabia chorar". Foi muito bom ficar com a outra perspectiva sobre o assunto. Porque muitas vezes achamos que o que fazemos aos outros é o melhor para eles, as intenções são realmente boas, mas.. será que são entendidas assim? O que nós achamos bom, não tem o outro de achar necessariamente o mesmo. Para quem trabalha na área social, professores, enfermeiros, tribunal de menores, enfim, todos os que têm um contacto mais directo com casos deste género, seria bom reflectir se o que é feito é mesmo o melhor para aquela/criança em específico ou se apenas aplicamos uma fórmula já testada a todos os casos que nos aparecem. Isto dava pano para mangas.. :)
De Madalenaa' a 31 de Agosto de 2008 às 21:13
Eu acabei de ler este livro... pelo facto de esta história ser verdadeira e a própria narrador estar a passar por toda aquela situação, emocionou-me. fez-me ver que realmente existe pessoas corajosas e extremamente valentes neste mundo. Sheila é a prova vida de que como todos nós podemos ultrupassar as nossas dificuldades e a professora é simplesmente um anjo que desceu à terra... É um dos melhores livros que vi e que jamais esquecerei, porque cada palavra ficou marcada no meu coração.
De Filipa a 11 de Novembro de 2008 às 22:11
Foi um livro excelente, que me meteu muita impressão , e em certas ocasiões chorei só de saber aquilo porque aquela menina passava.


Recomendo o livro a toda agente.

Comentar post

.mais sobre mim

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
23
25
26
27
28
29
30
31

.Leituras do dia

Diz-me Quem Sou

.

"Leio e estou liberto, adquiro objectividade. Deixei de ser eu e disperso. E o que leio, em vez de ser um trajo meu que mal vejo e por vezes me pesa, é a grande clareza do mundo externo."

        Fernando Pessoa

 

"Pegar um livro e abri-lo guarda a possibilidade do facto estético. O que são as palavras dormindo num livro? O que são esses símbolos mortos? Nada, absolutamente. O que é um livro se não o abrimos? Simplesmente um cubo de papel e couro, com folhas; mas se o lemos acontece algo especial, creio que muda a cada vez.”

* Jorge Luís Borges *

 

.leituras recentes

. Não gostas?...

. Pergunta(s) indiscreta(s)...

. Ler na praia...

. 2012... em livros lidos....

. Um bom exemplo...

. :Oh!...

. Verdade...

. Pergunta Indiscreta III.....

. Um livro que é uma cama.....

. Pergunta indiscreta II...

.links

.tags

. todas as tags

.na estante

. Agosto 2012

. Dezembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.Das imagens...

Este blog alimenta-se de imagens, como facilmente se percebe… Todas aquelas, cuja fonte não está assinalada, foram encontradas nas minhas “viagens” pela Net. Se, eventualmente, tiver colocado uma imagem sua não hesite em comunicar-mo… os créditos serão imediatamente repostos!

.Bem vindos!

Counters
Free Counter . Profile Graphics, Page Graphics