Quarta-feira, 22 de Julho de 2009

A Solidão dos Números Primos - Paolo Giordano

 

 

                         A Solidão dos Números Primos

 

Sinopse:

«Alice é obrigada pelo pai a frequentar um curso de esqui para ser forte e competitiva, mas um acidente terrível deixará marcas no seu corpo para sempre. Mattia é um menino muito inteligente cuja irmã gémea é deficiente. Quando são convidados para uma festa de anos, ele deixa-a sozinha num banco de jardim e nunca mais torna a vê-la. Estes dois episódios irreversíveis marcarão a vida de ambos para sempre. Quando estes "números primos" se encontram são como gémeos, que partilham uma dor muda que mais ninguém pode compreender. Ganhou o prémio Stregga e a menção honrosa do Campiello, os dois prémios literários mais importantes de Itália, e está a ser traduzido em mais de 20 países.»

 

 

      Gostei muito deste livro onde se revela o que de mais sensível existe na natureza humana.

      Um livro de leitura muito fácil, que aborda também a problemática da adolescência: os medos, as emoções camufladas... a crueldade entre jovens, motivada pelas suas diferenças... a necessidade visceral de se pertencer ao "grupo" ou de não se enquadrar em grupo algum...  a união que resulta de sofrimentos silenciosos...

      Esta união que se constrói, ao longo de vários anos, entre os protagonistas é uma união solitária, tal como a dos números primos (divisíveis apenas por si próprios e pela unidade) - quase se tocam, quase se entendem, quase se cruzam, quase...

 

 

publicado por Cris às 23:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 21 de Julho de 2009

Lendo...

 

          

 

      «Precisava de um mundo só meu, foi o dos livros. (...)

      Lendo, instalei-me fisicamente numa felicidade que ainda perdura.»

                                          Daniel Pennac, Mágoas da escola

 

publicado por Cris às 19:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Julho de 2009

O Pacto - Jodi Picoult

 

                 O Pacto

 

 

Sinopse:

«Há dezoito anos que os Harte e os Gold vivem lado a lado, partilhando tudo, desde comida chinesa e varicela até irem buscar os filhos uns dos outros à vez. Quer os pais quer os filhos são melhores amigos, por isso, não é nenhuma surpresa quando a amizade entre Chris e Emily se transforma em algo mais na altura do liceu. Tornaram-se almas gémeas no momento em que Emily nasceu. Quando ligam do hospital por volta da meia-noite, ninguém está preparado para a verdade terrível: Emily, com apenas dezassete anos, está morta devido a um tiro na cabeça, aparentemente resultado de um pacto suicida. A arma contém uma bala que Chris diz à polícia estar-lhe destinada, mas uma detective local tem dúvidas. Os Harte e os Gold, num único momento aterrador, têm de encarar o pior medo de um pai: será que conhecemos mesmo os nossos filhos?»

 

 

      Mais um livro fenomenal... algo inquietante... muito realista no que se refere aos sentimentos e emoções transmitidas... A questão das perturbações na adolescência é, sem dúvida, inesgotável e neste livro são apontadas algumas chamadas de atenção aos pais...

 

«será que conhecemos mesmo os nossos filhos?»

 

      Jodi Picoult é, realmente, "uma mestra". Gosto da forma como escreve, como nos prende da primeira à última linha; gosto dos temas abordados - actuais, polémicos, que nos obrigam a pensar: "e se fosse comigo, com o meu filho?"; enfim, gosto da abrangência das temáticas secundárias que nos permitem conhecer certos pormenores, nomeadamente, como é viver na prisão, como funciona o sistema jurídico, como decorrem os julgamentos, o papel dos advogados no processo...

 

publicado por Cris às 23:48
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|

.mais sobre mim

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
23
25
26
27
28
29
30
31

.Leituras do dia

Diz-me Quem Sou

.

"Leio e estou liberto, adquiro objectividade. Deixei de ser eu e disperso. E o que leio, em vez de ser um trajo meu que mal vejo e por vezes me pesa, é a grande clareza do mundo externo."

        Fernando Pessoa

 

"Pegar um livro e abri-lo guarda a possibilidade do facto estético. O que são as palavras dormindo num livro? O que são esses símbolos mortos? Nada, absolutamente. O que é um livro se não o abrimos? Simplesmente um cubo de papel e couro, com folhas; mas se o lemos acontece algo especial, creio que muda a cada vez.”

* Jorge Luís Borges *

 

.leituras recentes

. Não gostas?...

. Pergunta(s) indiscreta(s)...

. Ler na praia...

. 2012... em livros lidos....

. Um bom exemplo...

. :Oh!...

. Verdade...

. Pergunta Indiscreta III.....

. Um livro que é uma cama.....

. Pergunta indiscreta II...

.links

.tags

. todas as tags

.na estante

. Agosto 2012

. Dezembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.Das imagens...

Este blog alimenta-se de imagens, como facilmente se percebe… Todas aquelas, cuja fonte não está assinalada, foram encontradas nas minhas “viagens” pela Net. Se, eventualmente, tiver colocado uma imagem sua não hesite em comunicar-mo… os créditos serão imediatamente repostos!

.Bem vindos!

Counters
Free Counter . Profile Graphics, Page Graphics