Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

O Grande Voo do Pardal - Lídia Jorge

 

         

.

      "Henrique Gaspar possuía a casa mais linda das redondezas. Ninguém sabia onde ele ia buscar aquilo - árvores com flores cheirosas, relva lisa como carpete, uma piscina que parecia um espelho. [...] Ora certo dia de Primavera, estava ele precisamente a podar uns arbustos, quando reparou num pequeno molho de penas que se movia. Era um molhinho cinzento pousado no chão, que parecia respirar, ali mesmo junto a uma aba de roseira. [...]"
.

      Mais uma sugestão de leitura para a infância que nos toca pela sua simplicidade e beleza. Esta é a história de Henrique Gaspar, um homem afável e muito cauteloso com a sua casa e arredores mas que "embirrava" com os pardais que vinham fazer ninhos no seu telhado. Achava-os "irrequietos" e "atrevidos", e por isso preparava toda a espécie de meios para os espantar. Até ao dia em que encontrou, caído no seu jardim, um pardalito ferido a quem devotou mil cuidados... Desde esse dia, a amizade entre os dois foi inevitável!...

publicado por Cris às 13:35
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De magnolia a 23 de Janeiro de 2008 às 10:49
Olá,

Antes de mais obrigada pelo comentário!

Gostei muito do teu blog e por isso adicionei-te como amiga dos meus blogs, espero que não te importes !

A minha filha adora estas histórias e adora que lhe leia (ela já lê muito bem, já anda no terceiro ano, mas o miminho é tão bom!!), por isso sempre que posso vamos a biblioteca e trazemos livros para ler as duas, ora eu leio para ela, ora ela lê para mim, ora cada uma lê o seu! Este é uma boa sugestão, vou procurar! Obrigada!

Beijinhos e Carpe Diem !

Comentar post

.mais sobre mim

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
23
25
26
27
28
29
30
31

.Leituras do dia

Diz-me Quem Sou

.

"Leio e estou liberto, adquiro objectividade. Deixei de ser eu e disperso. E o que leio, em vez de ser um trajo meu que mal vejo e por vezes me pesa, é a grande clareza do mundo externo."

        Fernando Pessoa

 

"Pegar um livro e abri-lo guarda a possibilidade do facto estético. O que são as palavras dormindo num livro? O que são esses símbolos mortos? Nada, absolutamente. O que é um livro se não o abrimos? Simplesmente um cubo de papel e couro, com folhas; mas se o lemos acontece algo especial, creio que muda a cada vez.”

* Jorge Luís Borges *

 

.leituras recentes

. Não gostas?...

. Pergunta(s) indiscreta(s)...

. Ler na praia...

. 2012... em livros lidos....

. Um bom exemplo...

. :Oh!...

. Verdade...

. Pergunta Indiscreta III.....

. Um livro que é uma cama.....

. Pergunta indiscreta II...

.links

.tags

. todas as tags

.na estante

. Agosto 2012

. Dezembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.Das imagens...

Este blog alimenta-se de imagens, como facilmente se percebe… Todas aquelas, cuja fonte não está assinalada, foram encontradas nas minhas “viagens” pela Net. Se, eventualmente, tiver colocado uma imagem sua não hesite em comunicar-mo… os créditos serão imediatamente repostos!

.Bem vindos!

Counters
Free Counter . Profile Graphics, Page Graphics