Quinta-feira, 2 de Abril de 2009

2 de Abril: Dia Internacional do Livro Infantil

 

 

 

Porque, muitas vezes, são as crianças que têm de incentivar os adultos a ler...

 

Encontrei no blog Vísceras Literárias!!

 

publicado por Cris às 00:08
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 2 de Abril de 2008

Dia Internacional do livro infantil

Aprender a ler...

      «Tudo começa quando a criança fica fascinada com as coisas maravilhosas que moram dentro do livro. Não são as letras, as sílabas e as palavras que fascinam. É a história. A aprendizagem da leitura começa antes da aprendizagem das letras: quando alguém lê e a criança escuta com prazer. A criança volta-se para aqueles sinais misteriosos chamados letras. Deseja decifrá-los, compreendê-los – porque eles são a chave que abre o mundo das delícias que moram no livro! Deseja autonomia: ser capaz de chegar ao prazer do texto sem precisar da mediação da pessoa que o está a ler.»

                                       Rubem Alves

.

Neste dia dedicado ao livro infantil, deixo-vos uma deliciosa sugestão:

         

      

              Adivinha Quanto eu Gosto de Ti, Sam McBratney

.

      "Às vezes, quando gostamos muito, muito de alguém, queremos encontrar uma maneira de descrever como os nossos sentimentos são grandes.
      Mas, como descobrem a Pequena Lebre Castanha e a Grande Lebre Castanha, o amor não é coisa fácil de medir!"
.
      O momento de partilha proporcionado por este textinho, rico em simplicidade e ternura, faz deste livro o ideal para tentarmos explicar às nossas crianças o quanto é difícil quantificar o amor que sentimos. Li o livro ao meu filhote e deixei-o saborear as ternurentas imagens que o ilustram. No final, sem o combinarmos, acabámos a dramatizar o texto - resultou num momento fantástico!
.
      "Gosto de ti até à Lua… e de volta até à Terra." - Sam McBratney
.
publicado por Cris às 10:53
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 12 de Janeiro de 2008

CHIU! - Mafalda Milhões, Paulo Galindro

 

                     

 

      Chiu! é uma narrativa que nos transporta, crianças e adultos, para o mundo mágico dos sonhos! Com as fantásticas ilustrações de Paulo Galindro aliadas a uma linguagem muito simples, vamos percebendo que sonhar é fundamental e só nos damos conta da importância que os sonhos assumem na nossa vida e como fazem renascer a criança que existe em cada um de nós, quando eles desaparecem, dando lugar ao vazio - assim o provam as personagens desta história: o João, o pai e a mãe do João, o gigante, todos os meninos que sonham, as ovelhas "que-saltam-a-cerca-e-chamam-o-sono"...

      Por isso "CHIU!", deixem o gigante sonhar "com um brilho-de-sol nos olhos e um sorriso-de-luar."

publicado por Cris às 11:44
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 22 de Dezembro de 2007

Filhos do Coração

 

           

 

      Filhos do Coração, escrito por Luís Figo e Alexandra Borges, ilustrado por Ana Cardoso é um livro pedagógico, mas é sobretudo um livro que nos alerta para o tráfico infantil que se pratica no Gana. Além disso a sua compra é um bom meio (ainda que mínimo!) de podermos fazer algo para modificar esta situação: "Os direitos de autor e parte das receitas deste livro reverterão a favor da ONG Touch a Live Kids, para resgatar as crianças escravas e devolver-lhes a infância que lhes foi roubada."

      Cá em casa já demos o nosso pequeno contributo! 

      As ilustrações estão muito bem conseguidas e a história, que começa numa "noite como outra qualquer", explica, de um modo muito simples e ternurento, os gestos de amor que envolvem o acto de adopção. Mais um livro também aprovado pelo leitor de palmo e meio!

 

       A reportagem «Infância Traficada » de Alexandra Borges constituiu o mote para este projecto que parece ter já outras actividades em vista.

publicado por Cris às 23:47
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007

É Tão Injusto! - Pat Thomson, Jonathan Allen

 

           

 

      Mais uma sugestão do Plano Nacional de Leitura para o primeiro ano de escolaridade. Um livro hilariante para ler em voz alta, imitando o som dos animais intervenientes: o meu filho adorou!

      Esta é a história de um gato que foi expulso de casa, pela sua dona, na quinta onde mora. Ao queixar-se aos outros animais deste facto, alegando que as travessuras que causaram aquela reacção na dona Floripes foram mínimas, consegue a solidariedade dos amigos que ficam indignados com tamanha injustiça! Será que ele merece outra oportunidade?

publicado por Cris às 11:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 8 de Dezembro de 2007

As Ideias da Bia - Elizabeth Baguley

 

           

 

      Uma delícia este livro de Elizabeth Baguley - As Ideias da Bia. Recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o Pré- escolar, relata-nos a história de uma menina chamada Bia que com paciência e muita criatividade, consegue conquistar o território  exclusivo de dois rapazes (o Hugo e o Neno) impondo as suas ideias e presença, apesar de eles lhe terem dito que não brincavam com raparigas por elas não saberem brincar. "Mas, quando ela constrói um fantástico carro de corridas e um magnífico navio pirata, eles terão de admitir que ela, de facto, tem ideias brilhantes..." (contra-capa)

      Com uma linguagem clara e simples e as fantásticas ilustrações de Gregoire Mabire, esta história é, sem dúvida, uma óptima escolha para os mais pequenos!

     

publicado por Cris às 13:27
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
23
25
26
27
28
29
30
31

.Leituras do dia

Diz-me Quem Sou

.

"Leio e estou liberto, adquiro objectividade. Deixei de ser eu e disperso. E o que leio, em vez de ser um trajo meu que mal vejo e por vezes me pesa, é a grande clareza do mundo externo."

        Fernando Pessoa

 

"Pegar um livro e abri-lo guarda a possibilidade do facto estético. O que são as palavras dormindo num livro? O que são esses símbolos mortos? Nada, absolutamente. O que é um livro se não o abrimos? Simplesmente um cubo de papel e couro, com folhas; mas se o lemos acontece algo especial, creio que muda a cada vez.”

* Jorge Luís Borges *

 

.leituras recentes

. 2 de Abril: Dia Internaci...

. Dia Internacional do livr...

. CHIU! - Mafalda Milhões, ...

. Filhos do Coração

. É Tão Injusto! - Pat Thom...

. As Ideias da Bia - Elizab...

.links

.tags

. todas as tags

.na estante

. Agosto 2012

. Dezembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.Das imagens...

Este blog alimenta-se de imagens, como facilmente se percebe… Todas aquelas, cuja fonte não está assinalada, foram encontradas nas minhas “viagens” pela Net. Se, eventualmente, tiver colocado uma imagem sua não hesite em comunicar-mo… os créditos serão imediatamente repostos!

.Bem vindos!

Counters
Free Counter . Profile Graphics, Page Graphics