Terça-feira, 27 de Maio de 2008

Bancos de jardim para descansar e ler...

 

     

 

      Estes bancos-livro foram desenvolvidos,  em Instambul, com o objectivo de incentivar a população a ler. Há vários modelos distribuídos por locais estratégicos. Um verdadeiro convite à leitura no e do livro!! 

      Vejam outros modelos do Kitapbank.

 

publicado por Cris às 15:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008

Livros e proibições

   

            

 

      Depois de ler estas trinta proibições a ter em conta quando manuseamos livros (por Harold Klett - 1909), chego à conclusão de que nem sempre trato os livros da melhor forma, apesar de muito os estimar...

      Ora vejamos:

  • Leio na cama (tenho cuidado, não me parece que isso possa prejudicar o livro!);
  • Tratando-se de livros de estudo, muitas vezes recorro ao lápis para sublinhar ou acrescentar notas (acho até que isso valoriza o meu livro!). Nos livros de leitura recreativa raramente o faço - é "objecto sagrado";
  • Tenho o cuidado de não rasgar, dobrar ou manchar os livros, neste aspecto sou cumpridora!
  • Assinalo sempre os meus livros, na primeira página, com o meu nome e a data de compra - sou um pouco possessiva relativamente aos meus livros;
  • Não costumo reforçar as capas dos livros com novas encadernações ou segundas capas (pelo menos ainda nunca precisei de o fazer!)...
  • Não tenho, por hábito, molhar a ponta do dedo para virar páginas mas de vez em quando...
  • Quando interrompo a leitura (mesmo que momentaneamente), coloco sempre um marcador a assinalar a página, nunca o deixo totalmente aberto, pressionando-o contra uma superfície;
  • Os livros têm necessidade de ar - nisso estou de acordo... mantenho-os arejados na estante, sem estarem demasiado apertados uns contra os outros;
  • Quanto a estas outras proibições: não atirar livros às crianças ou aos animais, não fumar quando se lê, não utilizar os livros para equilibrar mesas ou outros móveis, não colocar folhas de plantas a secar no interior dos livros... nem sequer me passa pela cabeça desrespeitá-las!
  • E no que diz respeito ao último preceito: tratando-se de livros, tento, realmente, não esquecer a maior parte destes conselhos!

 

publicado por Cris às 23:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 13 de Janeiro de 2008

Quando o livro se lê a ele próprio...

 

     

                          The Book Which Reads Itself, 2007, Nicola Dale

 

    "Once upon a time there will only be the book which reads itself..."

.

    ... será este o futuro do LIVRO?


publicado por Cris às 21:36
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

Pensamento do dia

 

      «Além do conteúdo, edição, encadernação, diagramação, tipografia, ilustração, ou papel, o livro exerce sobre mim uma atracção física. Não me satisfaz ver um livro numa vitrine, sem poder pegá-lo. Minha tese é que a gente deve poder tocar naquilo que gosta, sentir objectos e pessoas.»

                                           José Mindlin

 

publicado por Cris às 17:23
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 20 de Outubro de 2007

E-book ou livro tradicional?

 

     Esta é uma questão que tenho ouvido com alguma frequência nos últimos tempos: E-book ou livro tradicional? Quem me conhece sabe que gosto muito do livro-objecto, não só por me proporcionar o acto de ler, por prazer, por estudo, por curiosidade... mas pelo objecto em si - gosto de manusear um livro, de o sentir, de virar as páginas, da facilidade que tenho em levá-lo para qualquer lado... Acresce a isso o facto de não gostar de ler livros no pc, já tentei vários mas acabo sempre por desistir. Imprimi-los também não me atrai: as folhas e o entusiasmo perdem-se algures...

      Portanto, neste momento sou uma adepta, ainda convicta, do tradicional livro, da sensação oferecida pelo manusear das páginas de papel impresso, nas minhas mãos! Acontece que a tecnologia avança a cada dia e concordo que nunca devemos dizer "desta água não beberei!".

      Assim, estes exemplos da Sony Reader são a prova de que os e-books serão, cada vez mais, uma realidade. E o formato destes "leitores digitais" pode deitar por terra algumas das minhas reservas relativamente à sua utilização.

.

                                                  

    

      Se tiverem paciência leiam estas opiniões sobre o assunto:

.

 Jefferson Neto, do Mundo Virtual Mundo Real, escreveu um texto sobre as vantagens de se ler eBooks. Ele elabora, inclusive a seguinte lista de vantagens:

«1 - Livros eletrônicos podem reproduzir edições originais (e até edições históricas) em todos os detalhes.
2 - E-books devidamente armazenados duram para sempre.
Não envelhecem, não criam bolor nem ácaros, e não provocam alergias.
3 - O leitor pode ajustar o tamanho das letras às suas necessidades visuais. E se quiser, até dispensar os óculos.
4 - As anotações que costumamos fazer nas margens dos livros passam a ser eletrônicas (ficam acessíveis a um clique do mouse e organizadas automaticamente!).
5 - Quase todos os Readers incluem um dicionário (no meu, quando estou lendo o livro e não entendo uma palavra, dou 2 cliques nela e o verbete aparece no pé da página!).
6 - Cada livro ocupa em média 2,5 Megabites. Num CD de 700 MB, cabem até 280 livros. Num HD simples de 8 GB caberiam 3.200 livros.
Isso muda radicalmente o conceito de “biblioteca”.
7 - As árvores agradecem.
8 - Alguns E-books são vendidos pela metade do preço de um livro normal.
9 - Por último: Livros de papel precisam ser fisicamente transportados, pelo vendedor ou pelo comprador, num processo que pode durar horas, dias e meses. E-books são entregues em minutos (ou segundos) por downloads, e com conexões de alta velocidade ;-)

Após tudo isso, ainda tem dúvidas sobre os E-books?…»

.

      Já Alberto Mussa nos seus 10 mandamentos do leitor, defende que, com um livro tradicional «(...)Você pode avançar e recuar, folheando, com mais comodidade e rapidez que mexendo em teclados ou cursores de tela. O livro vai com você ao banheiro e à cama. Vai com você de metrô, de ônibus, e de táxi. Vai com você para outros países.(...)»

.

    E agora: e-book ou livro tradicional?

.

.

publicado por Cris às 23:10
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2007

Dondola - a poltrona para os amantes da leitura

 

       

 

 

      Para lermos o livro preferido enquanto nos balançamos confortavelmente! O curioso é que podemos guardar os livros de eleição na própria poltrona! Uma proposta, chamada Dondola, da autoria de Pucci de Rossi que encontrei no site Made75.

 

 

publicado por Cris às 22:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Outubro de 2007

L.I.V.R.O.

 

                         000824sk

 

Fantástica esta descrição daquele que é um dos objectos que mais admiro, o LIVRO!

.     NOTA: Não fiz qualquer correcção ao texto, escrito em português do Brasil!)

 

Um novo e revolucionário conceito de tecnologia de informação

.

Na deixa da virada do milênio, anuncia-se um revolucionário conceito de tecnologia de informação, chamado de Local de Informações Variadas, Reutilizáveis e Ordenadas - L.I.V.R.O.

.

L.I.V.R.O. representa um avanço fantástico na tecnologia. Não tem fios, circuitos elétricos, pilhas. Não necessita ser conectado a nada nem ligado. É tão fácil de usar que até uma criança pode operá-lo. Basta abri-lo!

.

Cada L.I.V.R.O. é formado por uma seqüência de páginas numeradas, feitas de papel reciclável e capazes de conter milhares de informações. As páginas são unidas por um sistema chamado lombada, que as mantêm automaticamente em sua seqüência correta.

.

Através do uso intensivo do recurso TPA - Tecnologia do Papel Opaco - permite-se que os fabricantes usem as duas faces da folha de papel. Isso possibilita duplicar a quantidade de dados inseridos e reduzir os seus custos pela metade!

.

Especialistas dividem-se quanto aos projetos de expansão da inserção de dados em cada unidade. É que, para se fazer L.I.V.R.O.s com mais informações, basta se usar mais páginas. Isso, porém, os torna mais grossos e mais difíceis de serem transportados, atraindo críticas dos adeptos da portabilidade do sistema.

.

Cada página do L.I.V.R.O. deve ser escaneada opticamente, e as informações transferidas diretamente para a CPU do usuário, em seu cérebro. Lembramos que quanto maior e mais complexa a informação a ser transmitida, maior deverá ser a capacidade de processamento do usuário.

.

Outra vantagem do sistema é que, quando em uso, um simples movimento de dedo permite o acesso instantâneo à próxima página. O L.I.V.R.O. pode ser rapidamente retomado a qualquer momento, bastando abri-lo. Ele nunca apresenta “ERRO GERAL DE PROTEÇÃO”, nem precisa ser reinicializado, embora se torne inutilizável caso caia no mar, por exemplo.

.

O comando “browse” permite fazer o acesso a qualquer página instantaneamente e avançar ou retroceder com muita facilidade. A maioria dos modelos à venda já vem com o equipamento “índice” instalado, o qual indica a localização exata de grupos de dados selecionados.

.

Um acessório opcional, o marca-páginas, permite que você faça um acesso ao L.I.V.R.O. exatamente no local em que o deixou na última utilização mesmo que ele esteja fechado. A compatibilidade dos marcadores de página é total, permitindo que funcionem em qualquer modelo ou marca de L.I.V.R.O. sem necessidade de configuração.

.

Além disso, qualquer L.I.V.R.O. suporta o uso simultâneo de vários marcadores de página, caso seu usuário deseje manter selecionados vários trechos ao mesmo tempo. A capacidade máxima para uso de marcadores coincide com o número de páginas.

.

Pode-se ainda personalizar o conteúdo do L.I.V.R.O. através de anotações em suas margens. Para isso, deve-se utilizar um periférico de Linguagem Apagável Portátil de Intercomunicação Simplificada - L.A.P.I.S. Portátil, durável e barato, o L.I.V.R.O. vem sendo apontado como o instrumento de entretenimento e cultura do futuro. Milhares de programadores desse sistema já disponibilizaram vários títulos e upgrades utilizando a plataforma L.I.V.R.O.
                                                                                   Millôr Fernandes

.     

publicado por Cris às 12:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

Arte com livros...

 

      Vale a pena admirar estas obras de arte... com livros...

.

     

     

.

      ... ou ainda estas:

.

     

     

.

      Há mais onde encontrei estas... Consultem aqui:

      http://ifun.ru/comments/joke6854.html

      http://bibliodyssey.blogspot.com/2006/10/ragtag-and-whimsy.html

.

publicado por Cris às 00:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Agosto de 2007

Para os amantes de livros...

 

         

      Para aqueles que gostam de ficar imersos na leitura aqui fica uma boa sugestão: este cadeirão que pode alojar mais de 150 livros! 

      Bibliochaise é o nome desta cadeira-estante criada pela empresa  Nobody&Co.

                                                                                   (Encontrei em MocoLoco)

publicado por Cris às 00:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 12 de Agosto de 2007

Como guardas os teus livros?

 

              

 

      A maneira como guardamos os livros pode influenciar a vida/energia de um local. Algumas pessoas organizam-nos por temas, outras por ordem alfabética. Os mais meticulosos guardam-nos segundo uma determinada disciplina: por cores, do maior para o mais pequeno ou o inverso. Outros, ainda, deixam-nos espalhados, amontoados, sem qualquer regra...

      De acordo com Sofia Morgado "Uma das fontes mais comuns de chi (energia vital invisível) estagnado num ambiente é um dos artigos de que as pessoas sentem mais dificuldade em se libertar: os livros. Os livros, encadernações que são de histórias, sabedoria, inovação e emoção, ocupam muitas vezes mais espaço energético do que aquele que o seu pequeno tamanho físico pode indicar." A mesma autora defende que os livros devem estar em circulação, em movimento de forma a não estagnar energias. Deste modo "de tempos a tempos, é útil dar uma volta aos livros existentes na sua casa e escritório".

      Gunther Sator, no seu livro Feng Shui do Lar Saudável, aconselha: "As estantes de livros não devem esmagar a assoalhada e precisam de espaço para respirar. Deixe espaço nas prateleiras para outros objectos agradáveis ao olhar, como bibelôs, vasos, flores, cristais, etc. A sua estante ganhará vitalidade com isso e a energia poderá voltar a circular sem obstáculos"

 

publicado por Cris às 21:59
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

.mais sobre mim

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
23
25
26
27
28
29
30
31

.Leituras do dia

Diz-me Quem Sou

.

"Leio e estou liberto, adquiro objectividade. Deixei de ser eu e disperso. E o que leio, em vez de ser um trajo meu que mal vejo e por vezes me pesa, é a grande clareza do mundo externo."

        Fernando Pessoa

 

"Pegar um livro e abri-lo guarda a possibilidade do facto estético. O que são as palavras dormindo num livro? O que são esses símbolos mortos? Nada, absolutamente. O que é um livro se não o abrimos? Simplesmente um cubo de papel e couro, com folhas; mas se o lemos acontece algo especial, creio que muda a cada vez.”

* Jorge Luís Borges *

 

.leituras recentes

. Bancos de jardim para des...

. Livros e proibições

. Quando o livro se lê a el...

. Pensamento do dia

. E-book ou livro tradicion...

. Dondola - a poltrona para...

. L.I.V.R.O.

. Arte com livros...

. Para os amantes de livros...

. Como guardas os teus livr...

.links

.tags

. todas as tags

.na estante

. Agosto 2012

. Dezembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.Das imagens...

Este blog alimenta-se de imagens, como facilmente se percebe… Todas aquelas, cuja fonte não está assinalada, foram encontradas nas minhas “viagens” pela Net. Se, eventualmente, tiver colocado uma imagem sua não hesite em comunicar-mo… os créditos serão imediatamente repostos!

.Bem vindos!

Counters
Free Counter . Profile Graphics, Page Graphics